Histórico
 03/12/2006 a 09/12/2006
 13/08/2006 a 19/08/2006
 04/06/2006 a 10/06/2006
 28/05/2006 a 03/06/2006
 21/05/2006 a 27/05/2006
 30/04/2006 a 06/05/2006
 26/03/2006 a 01/04/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 18/09/2005 a 24/09/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 17/07/2005 a 23/07/2005


Categorias
Todas as mensagens
 Link


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 ESCUTE MINHAS MÚSICAS
 El Chiquito
 Greve Geral
 Maurício
 Jorge
 Hudson
 Maria Teresa
 Giovano
 Eric
 Annay
 Alex
 Cídio


 
Nada Rima
 

Sexo Explícito

 

 

É claro que minha vontade

era a de fazer tudo certo

mas não reparem muito

na lógica que pratico

 

não é muito simples

ficar escrevendo estórias

todos os dias

e publica-las por aqui

 

agora pareço um doido.

estou no meio da rua

e me vem uma idéia nova

na maioria, ficam esquecidas

 

nessa, uso um título apelativo

e o você, leitor, se chegou

até aqui por esse motivo:

foi o meu personagem



Escrito por Ele mesmo às 11h27
[ ] [ envie esta mensagem ]



Anoitecendo

 

 

A ansiedade lhe causava

um estranho reboliço no estomago

tinha marcado um encontro.

costumava chegar cedo

 

observava tudo

pela porta de vidro.

um sorriso triste,

enfeitava-lhe a cara

 

seu rosto castigado pelo tempo

revelara a sua idade.

tinha uma “cola” no bolso

com dizeres para decorar

 

ela nunca iria chegar

fingia. E acreditava.

estava apenas relembrando

sua juventude em um asilo

Escrito por Ele mesmo às 11h32
[ ] [ envie esta mensagem ]



 

1837

 

 

Há tempos que não acontecia

uns dois ou três anos

parecia recordar um lugar

sabia que não era sonho

 

tinha alguém no seu quarto

segurando o seu braço

acordou com ela dizendo:

-         Sabe quem eu sou?

 

sentiu seu hálito

a saliva pingar em seu rosto

não conseguia se mexer

não conseguia gritar

 

fechou os olhos com força

respirou fundo, muito fundo

algumas vezes

até conseguir dormir



Escrito por Ele mesmo às 16h35
[ ] [ envie esta mensagem ]




[ ver mensagens anteriores ]